Alopecia – Será Que Tem Cura?

0
1032

Alopecia te parece um nome estranho, não é?  Mas, saiba que identifica um problema bastante comum e que tem afetado a muita gente. Aqui te revelamos uma porção de coisas sobre o assunto.

Lendo o post até o final, você estará muito bem informado sobre esta desagradável questão. E pode até mesmo encontrar a solução ideal, caso sofra com tal problema.

Se você é vítima deste mal, não fique constrangido. Uma boa parte da população brasileira compartilha sofrimento semelhante. O importante é não se deixar abater e muito menos parar de buscar a melhor forma de resolver a questão.

Ah! E pode ficar animado, pois tratamento existe e os resultados têm sido positivos para muita gente. Quer saber muito sobre esta mazela? Então a hora é essa. Veja Artigo Relacionado: Caspa – Como Evitar e Acabar Com Estes Desagradáveis Flocos!

Alopecia: Saiba o que é?

Alopecia

Alopecia ou Alopecia é a queda de cabelos parcial ou total que afeta o couro cabeludo ou qualquer outra parte do corpo recoberta de pelos. O problema causa grande e repentina perda dos fios de cabelo ou pelos e quando atinge todas as partes do corpo é denominada de Alopecia Universal.

Na maioria dos casos, deixa à vista o couro cabeludo ou a epiderme. Neste caso, o local atingido apresenta-se, onde antes havia pelos ou cabelos, apenas a pele como um vazio liso.

Se você está afetado por este transtorno, ou teme que isto te suceda fique atento pois, existem diversos recursos para minorar o problema. Continue lendo e conheça os sinais deste mal.

Sintomas

Alguns indícios que muitas vezes ignoramos podem nos revelar antecipadamente o surgimento deste distúrbio capilar. Portanto, observe se há manifestação de alguns dos fatores abaixo:

  • Queda intensa de fios. Refere-se a uma perda de mais de 100 fios por dia.
  • Observe se algumas partes da pele sob os pelos, estão facilmente visíveis.
  • Veja se há caimento abundante dos fios ao lavar ou pentear os cabelos.
  • Ao acordar, olhe o travesseiro. Observe se a fronha está cheia de fios.
  • Passar as mãos pela cabeça e notar que muitos fios soltam-se facilmente.

Mas, calma ai! É necessário bom senso e atenção na análise dos sintomas. Saiba, por exemplo, que é perfeitamente normal ocorrer a queda de até 100 fios da cabeleira diariamente.

Esta perda natural faz parte do ciclo de renovação e reposição capilar. Nossas mechas possuem um tempo predeterminado para permanência em nossas cabeças.

Nosso organismo já providencia para que todos os fios passem obrigatoriamente pelas fases de crescimento e repouso. E cada fio possui seu ciclo específico de crescimento.

Na fase de repouso é natural que ocorra a perda de alguns fios. Estes caem para dar lugar aos novos que vêm crescendo.  Havendo suspeita de queda excessiva, o ideal é buscar auxílio de um profissional.

Este poderá analisar se o caimento ultrapassa os índices da normalidade e diagnosticará a presença ou não da doença.  Quanto mais rápido for detectada a   Alopecia ou algum outro distúrbio capilar, mais próximo se estará da cura.

Você deve estar se perguntando porque isto acontece. Acertei? Saiba que múltiplas causas acarretam este transtorno. Veja abaixo algumas delas.

O que leva à Alopecia?

  • Muitos são os motivos que levam as pessoas a sofrerem com a queda de suas mechas. As mais comumente constatadas são:
  • Algumas patologias tipo: as que afetam a tireoide, a sífilis, a síndrome de ovário policístico, Diabetes, infecção causada por fungos, câncer de pele, entre outras.
  • Utilização de alguns medicamentos à base corticoides, antidepressivos, quimioterapia, radioterapia, remédios para Lúpus, micoses, etc.
  • Estresse emocional
  • Pós-parto
  • Alisamentos, tratamentos e pinturas à base de produtos químicos agressivos ao couro cabeludo e aos fios.
  • Carência de: proteínas, vitaminas do Complexo B, ferro, zinco, iodo
  • Excesso das vitaminas A, C, E.

Os motivos não são apenas estes, uma multiplicidade de fatores juntam-se a eles. A perda súbita dos fios pode ter múltiplas causas e entendê-las depende também do tipo de Alopecia que se manifesta. As diferentes causas dão origem a diversificadas formas de expressão da doença.

Alopecia de diversos tipos

Androgenética

Esta é uma condição que ataca principalmente o homem. Está associada aos níveis de testosterona presentes no sangue. Também tem origem em fatores genéticos.  É comumente chamada de calvície.

Eflúvio Telógeno

Telógena é uma das fases do ciclo capilar. No entanto fica desregulada quando a pessoa enfrenta doenças crônicas ou severas, situações estressantes que abalam o emocional, por ocasião de carências nutricionais ou na ocorrência de alterações hormonais.

Neste caso, entra em ação o eflúvio telógeno, que acelera a fase telógena, aumentando a taxa de fios, amadurecidos o bastante para caírem.

Estresse severo

Condições psicológicas caracterizadas por nervosismo severo afetam seriamente o organismo, causando inclusive, debilitação no crescimento dos cabelos.

O que acontece é que diante de circunstâncias aflitivas que não consegue contornar, o corpo reage, concentrando seus esforços no sentido de preservar as funções básicas de sobrevivência.

Com isto são deixadas de lado as atividades secundárias, não vitais, como o crescimento dos fios. Assim que as emoções voltam a ser reguladas, o cabelo para de cair e retoma seu ritmo de crescimento normal. Buscar ajuda médica, aumenta as chances de solucionar mais rapidamente esta questão.

Areata

É provocada por condições deficientes do sistema auto imune. Ocorre quando os folículos são atacados pelo sistema de defesa do próprio organismo. Neste caso, começam a surgir áreas de intensa calvície no couro cabeludo.

Outro fator atuante neste tipo de Alopecia é o estresse. Um estado emocional frágil e abalado concorre também para o surgimento da disfunção.

Alopecia causada por medicamentos

Este é um tipo que ocorre muito, especialmente em vítimas de câncer, que precisam se submeter a radioterapia e/ou a quimioterapia. No caso da radioterapia, que é um tratamento mais localizado, os pelos só caem se o câncer estiver afetando a região da cabeça.

Na quimioterapia, no entanto, a queda acontece na maioria dos casos, já que é um tratamento mais agressivo, em que todas as células são afetadas. Tanto as doentes quanto as sadias.

Neste caso é praticamente inevitável a perda das mechas. No entanto, os cabelos voltam ao normal quando o tratamento é interrompido.

Este tipo de queda acontece também em certos casos de medicação contra Diabetes e outras doenças.

Traumática

Alopecia traumática pode acontecer quando a pessoa sofre algum traumatismo na cabeça. Também é comum, nos indivíduos que possuem o mau hábito de arrancar os fios de cabelo.

Seborreica

Pode acontecer Alopecia provocada pela dermatite seborreica. Trata-se de um processo de descamação na pele do couro cabeludo, que dá origem à caspa. A pessoa sofre com a coceira, irritação, vermelhidão local e queda dos fios.

A oleosidade excessiva e o uso exagerado de cremes muito gordurosos pode provocar a seborreia que provoca o caimento.  Outro problema causado pela seborreia é a elevada proliferação de um tipo de fungo que habita naturalmente nossas cabeças. O crescimento destes leva à queda dos cabelos.

Tratamento

Devido a multiplicidade de fatores que levam à esta patologia, é natural que o tratamento seja feito de várias formas. Este depende do tipo que acomete.

A primeira e principal providencia é procurar um médico para esclarecer que tipo de Alopecia está ocorrendo e que fatores a estão causando. Depois de diagnosticada fica mais fácil saber a que tratamento recorrer.

Existem muitas formas de tratar. Porém todas precisam ser indicadas por profissionais.  Os mais indicados para tratar o problema são: o dermatologista ou o tricologista, que é um dermatologista especializado para cuidar dos cabelos e couro cabeludo. Eles saberão apontar qual o melhor tratamento para cada caso.

Entre os muitos meios de cuidar estão:

  • Medicação antifúngica;
  • Remédios contra a queda capilar;
  • Cosméticos e tratamento contra queda dos fios. Indicados pelos especialistas.
  • Tratamento à laser
  • Cuidar do estrese e da ansiedade
  • Adotar alimentação nutritiva e que favoreça o crescimento da cabeleira, etc.
  • Transplante capilar, entre outros;

Como você pode ver, tratar Alopecia é possível. Se este é seu problema, não perca mais tempo, Busque logo ajuda.  E não deixe de comentar este post. E se achou útil, compartilhe.

Compartilhe

Responder

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × 2 =