Tratamentos Para Queda de Cabelo – Os Melhores Métodos Atuais

0
1112

Antes de analisar qual será a técnica utilizada para o tratamentos para queda de cabelo dar resultado, é importante ter definido as causas para então sanar essas necessidades.  Há vários tipos de queda de cabelo e obviamente, tem diversas causas.

Entre elas destacam-se causas genéticas, que nesse caso é chamado de alopecia (perda parcial ou total) androgenética, deficiência vitamínica, avanço da idade, doenças, stress, gravidez, hormonal e até por efeitos colaterais de remédios (mais comum em mulheres por questões emocionais).

Com maior freqüência nos homens, os hormônios como a testosterona podem provocar aumento da oleosidade do couro cabeludo, obstruindo a raiz capilar, também conhecida como “bulbos capilares”, e isso impede que as células respirem e produzam novas enzimas de crescimento dos fios.

Os tratamentos para queda de cabelo geralmente são indicados pelos devastadores distúrbios psicológicos que a alopecia pode causar.

Alguns sinais podem ajudar na hora de diagnosticar a gravidade e a emergência que se tem em intervir a fim de controlar a queda dos cabelos, por exemplo, se notar uma perda excessiva aumentando durante o banho ou na escova e no pente.

Diagnosticada a característica própria que levou a causa da queda de cabelos é escolhido o melhor método a fim de reduzir ao mínimo os efeitos colaterais de cada método.

Atualmente os melhores tratamentos para queda de cabelo disponíveis são:

  • Uso de laser para estimular o crescimento dos fios

Um tratamento para queda de cabelo considerado bastante recente em relação aos demais é a aplicação do laser local. As pesquisas iniciaram em 2001, por acaso, pois foi o resultado observado após a o uso do laser de baixa potência para feridas de baixa cicatrização. Nesses casos, foi analisado que os fios cresciam mais espessos e compridos nos locais onde os raios incidiam.

Não provoca danos a pele, pois não chega a gerar um aquecimento significativo para queimaduras, também não é cancerígeno, pois é de baixa potência.

Outro benefício desse tratamento é o mecanismo de ação dos lasers que ativa a microcirculação arterial, e aumenta a oxigenação das células.

Também é indicado para o pós-cirúrgico de implantes capilares, pois aceleram a cicatrização e podem prevenir na formação de queloides no local. Também é um poderoso antiinflamatório, pois reduz a oleosidade da região, usado no tratamento da dermatite seborreica

tratamentos para queda de cabelo
Cabelos antes e depois do tratamento a laser

 

  • Uso de medicamentos tópicos para estimular o crescimento

Os tônicos capilares e demais versões tópicas (para aplicação direta sobre a pele, em forma de loção, creme ou gel) são mais seguros porque não permitem que o produto seja amplamente absorvido pelo organismo. As formulações geralmente são produzidas em concentrações de 2% e 5%.

Dentre eles, a antralina é apresentada como creme ou pomada deve ser aplicado no couro cabeludo diariamente. Tem propriedades antiproliferativas e é comum dar os primeiros resultados dentro de 12 semanas.

  • Transplante capilar

Um dos tratamentos mais comuns pode solucionar problemas estéticos e estimulam o crescimento de novos fios.

É a extração dos fios da própria cabeça onde há menor incidência da perda e os folículos são transportados para a região menos saudável.

 

  • Uso de medicamentos

O Minoxidil está presente em diversos produtos com ação antiqueda. Inicialmente era indicado para hipertensão, pois pertence à classe dos vasodilatadores, alguns pacientes notaram um aumento no crescimento dos pêlos e cabelos ao redor do corpo, inclusive alguns tiveram a calvície tratada. Assim como a terapia a laser este foi descoberto por um acidente.

Sua ação está ligada com o prolongamento da fase de crescimento dos fios ainda durante a raiz do couro cabeludo.  Aumento de oxigênio e potássio pode explicar seu efeito no ciclo da vida dos fios.

Entretanto seus resultados precisam de disciplina e tratamento contínuo como quase todos os outros tratamentos conhecidos para a alopecia, não interrompa o tratamento, pois o resultado não é definitivo e o risco de reincidência é alto.

Deve ser evitado por pessoas com pressão baixa e uso moderado para aqueles que possuem a pressão arterial regular. Mulheres podem ter crescimento de pelos no rosto e em outras áreas indesejadas do corpo.

 

  • Corticoides

É um processo usado mensalmente, que estimula o crescimento dos fios. Com a aplicação de uma injeção no couro cabeludo com a finalidade de tratar a alopecia areata, identificada pelas “falhas” no couro cabeludo, como se estivem caindo tufos de determinadas regiões da cabeça, podendo atingir cílios, sobrancelha e outros pelos do corpo.

Um método menos indolor é a aplicação tópica de cremes com corticoides, neste caso tem a sua eficácia reduzida e é bastante utilizado para tratamento em crianças.

Este vídeo vai te explicar melhor sobre as causas e tratamentos para a queda de cabelos

Se você notou uma queda de cabelo significativa e se a incidência tem aumentado, é necessário buscar ajuda de um profissional.

Um dermatologista é quem pode te auxiliar e dar início no diagnóstico da causa e indicar o tratamento apropriado para seu caso.

Consulte sempre o seu médico e nunca utilize nenhuma medicação por conta própria.

Se você tem outros tratamentos para nos indicar, deixe seu comentário abaixo para pesquisarmos e buscarmos novas formas de ajudar você.

Compartilhe

Responder

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco − 5 =